Boteclando

PUBLICIDADE
Topo

Um brinde ao Ritz

Miguel Icassatti

07/02/2020 19h58

Bolinho de arroz do Ritz / Foto: divulgação

"Na natureza, nada se perde, nada se cria, tudo se transforma". Não sei muito bem dizer se a célebre máxima atribuída ao químico francês Lavoisier na lei da conservação da matéria se aplica. Talvez, uma adaptação da adaptação feita por Chacrinha caia melhor: "na TV, nada se cria, tudo se copia".

O fato é que o Ritz acabou de lançar o projeto "Ritz Hour", período em que o cliente que pedir um drinque – ou uma taça de vinho – ganha uma pequena porção de alguns petiscos da casa.

E o que tem a ver o primeiro com o segundo parágrafos acima?

Resposta: muita coisa, já que esse expediente de, por assim dizer, oferecer algo para comer a quem pede uma bebida é uma tradição nos bares da Espanha. Ou, ao menos de alguns bares espanhóis, em Sevilha e Madri, por exemplo, onde fui surpreendido com a gentileza.

A primeira vez, em Sevilha, 2010. Fazia um calor enorme num daqueles dias sem fim do verão andaluz, quando Camila encostei em um balcão de um bar qualquer no centro histórico sevilhano e pedi um copo de chope.

Junto da bebida recebi num pratinho um punhado de pimentos assados, deliciosos, e um naco de pão.

Segui para um outro bar e pedi um copo de Jerez. Ganhei uma fatia de jamón.

Desde então, Sevilha – e Triana, o bairro cigano, do lado de lá do rio, é bom dizer – mora em meu coração.

Dois anos atrás, passei duas horas em Madri, durante uma conexão, e fui rever La Bodega Ardosa, um bar do século 19 que eu havia conhecido em 2015 e, da mesma forma, ao pedir uma cerveja, ganhei uma porção de azeitonas. Contei essa história na encarnação passada deste Boteclando, cujo link está aqui.

Gim tônica do Ritz: Ritz hour / Foto: divulgação

Pois eis que o Ritz lançou a ideia nesta semana, em suas quatro unidades: nos Jardins, de segunda a sexta, das 19h às 20h; no Shopping Iguatemi, da 16h às 19h; no Itaim, todos os dias das 19h ao fim do expediente; no Market Place, a partir das 18h. Por R$ 30,00, quem pedir um aperol spritz, gim tônica, moscow mule, caipirinha, bloody mary ou uma taça de vinho, ganha uma porção de croquete de carne, de bruschetta caprese, de batata frita com aioli ou do clássico bolinho de arroz.

Salud, Ritz!

Vai lá:

Ritz. Alameda Franca, 1088, Jardins (mais três endereços).

Sobre o autor

Miguel Icassatti é jornalista e curador da Sociedade Paulista de Cultura de Boteco. Foi crítico de bares das revistas “Playboy” (1998-2000) e “Veja São Paulo” (2000), editor-assistente e um dos fundadores do “Paladar/jornal O Estado de S. Paulo” (2004 a 2007), editor dos guias “Veja Comer & Beber” em 18 regiões brasileiras (2007 a 2010), editor-chefe do Projeto Abril na Copa (Placar) e da revista “Men’s Health Brasil” (2011 a 2014). É colunista de “Cultura de Boteco” da rádio BandNews FM e correspondente no Brasil da “Revista de Vinhos” (Portugal).

Sobre o blog

Os petiscos, as bebidas, os balcões encardidos, as pessoas e tudo que envolve a cultura de boteco e outras histórias de bar.

Boteclando